Feeds:
Posts
Comentários

Archive for agosto \30\UTC 2007

Read Full Post »

JORNAL DE DABATES

FUNCIONAMENTO
Todo mundo pode participar do JORNAL DE DEBATES. O primeiro artigo, charge ou comentário passa pelo editor, para verificar se respeita os preceitos estabelecidos pela publicação. Se publicado, dá ao autor o direito de enviar colaborações diretamente para o site.
Caso considere um artigo, réplica, charge ou comentário ofensivo, preconceituoso ou comercial, todo internauta cadastrado poderá denunciá-lo ao editor, Paulo Markun, que o examinará, decidindo por sua manutenção ou supressão. Casos duvidosos serão encaminhados ao conselho editorial, que resolverá, por maioria simples, o destino da colaboração. Cada debate permanecerá uma semana na capa do site, mantendo-se a partir daí no arquivo eletrônico do JORNAL DE DEBATES. Artigos e charges poderão provocar réplicas, comentários e tréplicas, sem limite numérico. Para todos os fins, as colaborações serão propriedade intelectual de seus autores.
SUGESTÃO DE TEMAS
Os temas para discussão poderão ser sugeridos pelos internautas, pelo conselho editorial ou pelo editor e serão definidos a partir da média harmônica entre o voto direto dos internautas, a opinião do Conselho e a do editor.
HISTÓRIA
O JORNAL DE DEBATES surgiu em 1946, no Rio de Janeiro. A publicação recuperava para os brasileiros o mesmo título que os franceses tinham acompanhado de 1789, logo após a revolução francesa, até a libertação, em 1944. A publicação não dava respostas às questões que propunha, mas abria espaço para todas as correntes políticas e de opinião. Por trás do projeto audacioso estavam Plínio Cantanhede, Mario de Britto e João Augusto de Mattos Pimenta. Em 2006, o JORNAL DE DEBATES ressurge na internet, com os mesmos princípios, republicando os textos mais instigantes das versões originais.


www.jornaldedebates.ig.com.br

Read Full Post »

TIME´s Person of the year 2006

Caros, essa é a reportagem que inspirou o artigo A WEB E A PARCERIA, projetos colaborativos e o problema da mediação na Internet (link ao lado) . É interessante ler antes do nosso encontro amanhã (28/08). E quem não conhece ainda o conceito de cauda longa pode ler aqui o artigo do Chris Anderson.

Read Full Post »

IV Seminário Convergência Digital e Cibercultura (FUMEC)

Confira os áudios das palestras realizadas durante o IV Seminário Convergencia Digital e Cibercultura (FUMEC): http://www.pontoeletronico.fumec.br/index_4seminario-1.asp.

Read Full Post »

DIÓGENES MUNIZ
Editor-assistente de Ilustrada da Folha Online

A TV digital transformará a maneira de medir audiência televisiva. O próprio faturamento publicitário das atrações sofrerá mudanças. Projeções com públicos restritos apontam quem ganhará telespectadores (séries e novelas) e quem perderá (telejornais) por conta da digitalização dos canais.

O Ibope está desenvolvendo um aparelho para descobrir não apenas a emissora sintonizada, como faz hoje, mas também o conteúdo digital que está sendo consumido seja qual for a grade de programação. Isso porque a TV digital chega com a promessa de, assim como nos EUA, oferecer autoprogramação, na qual o usuário pode escolher a hora em que verá determinado programa. Leia mais

Read Full Post »

Last.fm por Giselle Beiguelman

No texto Companheironomias, Giselle Beiguelman fala sobre o site Last.fm, que o Pablo apresentou como exemplo na aula. Ela fala sobre a capacidade de autogestão das comunidades virtuais e sobre as “nuvens de informação” (clouds), termo que é uma das marcas registradas da Web 2.0.


http://pphp.uol.com.br/tropico/html/textos/2779,1.shl

Read Full Post »

10×10 e Google News Cloud

Caros colegas,

os endereços dos sites que citei na aula de hoje são:
http://www.tenbyten.org/10×10.html
http://fserb.com.br/newscloud

Read Full Post »

Older Posts »